Equívocos…

71648204_383015365961641_8282625889515077632_n.jpg

Nunca tivemos ao nosso dispor tanta tecnologia, tanta máquina,  tanta ajuda para o desempenho de tarefas repetitivas e rotineiras. Contudo, nunca o tempo foi tão escasso para estarmos, sentirmos e usufruirmos…

Este é o paradoxo da sociedade moderna, em que se o conhecimento evolui de forma vertiginosa se perde a sabedoria. Por outro lado, nunca a comunicação foi tão fácil com quem está longe e tão precária com os que estão ao nosso lado, carente de afetos e feita de olhares distantes.

Fomos submergidos pela tecnologia, que em vez de nos libertar, nos aprisiona… somos reféns de um quotidiano de compromissos, sempre conectados com o mundo, mas trilhando caminhos solitários,  despojados de poesia, de recato, de silêncio…

Preferimos o movimento e a velocidade a ter de nos confrontamos com o nosso eu, com o vazio, com a vacuidade dos nossos dias permitindo-nos ver vida à transparência, com as suas imperfeições e fragilidades, mas sempre captando a simplicidade da sua fascinante beleza!

(Manuela Resendes)

70979859_514295576039306_8466702896421928960_n

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s