Sonhos de verão…

Quero habitar num sonho de verão!

Nas auroras resplandecentes ganho o impulso das ondas que me permite transpor os muros e vislumbrar paisagens deslumbrantes, onde encontro o silêncio e a paz que me regeneram.

Solto os cabelos, que soprados pelo vento ganham asas, permitindo-me aceder a misteriosos caminhos. Conquisto a liberdade, prendendo o tempo com o fio invisível da ousadia, a esse instante.

E no meu barco de papel, deslizo em aguas calmas e transparentes, iluminadas por luares de agosto.

Aporto num lugar seguro, onde deixo a saudade e esbanjo esperançosas vontades, lendo poemas nos troncos das arvores, nas pétalas das flores e nos bancos de jardim, que inspiram a mudança.

E nas águas que correm de um rio sem fim vi o futuro a nascer em gente de rosto luminoso, num mundo reconfigurado.

Quero saber transportar esta sabedoria, emprestada pelos deuses, até onde a minha voz possa ser ouvida.

(Manuela Resendes)

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s