Chuva e mais chuva…

Ouço uma melodia que me é familiar e que chega até mim através da janela do tempo. As ruas vazias e silenciosas deixam sobressair a musicalidade de grossas gotas de chuva a cair, com uma cadência ritmada como as batidas do coração.

Não vejo o azul do mar nem do céu, mas vou desenhando nuvens com as formas e cores do meu pensamento.

Resgato memórias de vazios não explorados, navegando no lençol de água e tendo como bússola o perfume destes dias chuvosos.

Vou juntando estes pequenos retalhos de vida que vão sendo costurados com o fio do pensamento, ganhando assim forma, sentido e transportando novas emoções.

Apesar da chuva e trovoada, estes também podem ser dias serenos e harmoniosos, de lavagem da alma dos resíduos tóxicos de dias ruidosos e fúteis.

Gosto destes dias de aconchego e poesia…

(Manuela Resendes)

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s