Sonhos de Natal

Neste Natal quero atravessar fronteiras à boleia de nuvens ligeiras, espalhando pedaços de sonhos onde possam germinar, matando a sede de esperança.

Quero levar o brilho das estrelas às janelas escurecidas de solidão, e devolver a alegria roubada à aurora da vida.

Vou transformar em lares, construções de pedra fria com soalhos a ranger de frio, resgatando antigas lembranças e esquecimentos propositados, à volta de uma lareira em que se ouve o crepitar do fogo e se sente o calor da presença. Recordam-se assim Natais memoráveis em que nada atrapalhava a alegria e criam-se novas memórias.

Quero fazer morada em corações alheios, áridos e solitários, que batem descompassadamente, devolvendo o ritmo e a alegria de dias felizes.

E que o milagre aconteça, permitindo que as crianças não mais sejam vitimas de guerras, violência e abandono, no respeito pelos mais básicos direitos que se lhes assistem.

Por fim, que a “Estrela de Belém ” ilumine o caminho dos todo poderosos deste mundo, no sentido de fazerem deste planeta um lugar melhor, hoje, amanhã e sempre…

(Manuela Resendes)

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s