Os meus olhos…

cat-1285634_960_720.png

Trago nos olhos um mar

De expetativas e segredos

Onde a noite vai pernoitar

À sombra dos rochedos

Os meus olhos são poesia

Devoram o tempo, em solidão

Têm cheiro a maresia

Espelham dias de exaustão

Vagueando no mar incerto

Imagens passam, na retina

Ventos sopram de perto

Gotas de água cristalina

O meu olhar é doce

Como doce é o meu ser

Onde o sonho transparece

Reflexo do meu viver

O meu olhar é a imagem

De tudo o que vi e amei

Neste mundo, de passagem

O importante neles eternizei!

(Manuela Resendes)

sunset-1373171_960_720

Anúncios

Sol de Inverno…

frost-633826_1280.jpg

Doce manhã de Inverno

De sol morno aquecida

Promessa de Amor eterno

De Primavera desconhecida

Suave foi o teu despontar

De calma se fez o teu brilho

Reflexo do meu olhar

Na sombra do teu trilho

Trazes memórias de aromas

De sonhos de noites de Verão

Ouço desconhecidos idiomas

Sinal de vidas em construção

Escondes-te ao entardecer

Debaixo de nuvens fundidas

A alma a resplandecer

De esperanças consentidas

(Manuela Resendes)

sunrise-1886345_1280.jpg

 

 

 

A minha Janela…

people-3111875_960_720.jpg

Da minha janela

Contemplo o mundo a fervilhar

Ao longe passa a caravela

E eu suspensa, a meditar

Da minha janela

Aberta de par em par

O sonho entra, com cautela

Sem ter nada a esperar

Da minha janela

Visito o desconhecido

Plasmo paisagens na tela

De um futuro colorido

Da minha janela

Faço ponte para o mundo

Vejo o pormenor, numa lamela

Do meu interior profundo

Da minha janela

Tudo é esperança e promessa

Quando debruçada nela

O mundo acaba e recomeça

(Manuela Resendes)

coffee-1711431_960_720.jpg