Perdas…

white-2563976_960_720.jpg

Apesar de termos consciência da inevitabilidade da morte nunca estamos preparados para deixar partir aqueles que amamos. Continuar a ler

Anúncios

A casa…

house-22527_960_720

A nossa casa encerra em si inúmeras histórias de vida, sendo um castelo de silêncios que falam e de lutas mudas de dor, mas também espaço de intimidade,  de expectativas e de sonhos, onde nos é possível fazer o exercício de aceitação das nossas limitações e vulnerabilidades e acomodar o nosso reduto de pequenas virtudes.

É onde nos protegemos de um mundo agreste, de um quotidiano inerte que nos sequestra em caminhos desertificados.

É  nesse espaço protegido que alimentamos o nosso ser de puros gestos, de sentimentos genuínos e de olhares transparentes, permitindo-nos uma visão mais inspiradora e colorida do mundo.

Viajar permite o acesso ao mundo, a novas culturas, ao enriquecimento pessoal pelas experiências vividas, amizades conquistadas, pelo confronto com o inesperado e espanto com o singular, mas é com um redobrado prazer que volto a casa, ao cheiro dos lençóis lavados, à  luz do fim de tarde a entrar pela minha janela, sentir a familiaridade com cada espaço  e com cada objecto, onde na sua imutabilidade perduram tantas memórias.

Gosto de ambientes harmoniosos onde ecoam gargalhadas, onde se pressente alegria,onde se valoriza a generosidade, a coragem, a humildade e se almejam vivências felizes  plenas de sentido, capazes de lançar a semente da transmutação para uma sociedade mais humanizada e com melhores índices de satisfação.

A minha casa é o meu oásis de paz e nela cabe todo o universo!

(Manuela Resendes)

home-1353389_960_720.jpg

 

Primavera…

flower-meadow-1510602_960_720.jpg

Chegaste resplandecente

Metamorfose já anunciada

És de todas a mais venerada

Tudo em ti é consistente

Doce aurora, sol ainda morno

Renasce contigo a esperança

Melodias que anunciam a mudança

Horizonte desenhado sem contorno

Lavas os olhos ainda nublados

Acordas estevas adormecidas

Que surgem agora coloridas

Fazendo esquecer  dias gelados

Nas asas de uma qualquer ave

Voam sonhos e novos alentos

Ao vento soltam-se pensamentos

E brotam flores num enclave

Num mundo de hipocrisia

Surgem reflexos de azul etéreo

Destino ausente, pensamento aéreo

Disfarçam,  inusitada cobardia

E no meio de tantos fulgores

Volta o filho, que um dia partiu

A promessa assim se cumpriu

Fazendo despertar grandes Amores

(Manuela Resendes)

spring-276014_960_720.jpg

Mulher…

woman-591576_960_720.jpg

A vida em ti se acomoda

O amor assim acontece

Atitude é o que incomoda

Quem mais dela carece

 

Cuidas com natural doçura

Sorris com o teu olhar

Mas logo mostras bravura

Se o destino te desafiar

 

O teu corpo é poesia

Mar a transbordar de emoção

O teu perfume é maresia

Fonte inesgotável de inspiração

 

És força que emerge da fragilidade

Razão feita de sentimento

Pele revestida de sensibilidade

Amor, num mundo dele sedento

 

Tua alegria é movimento

Luz de noite estrelada

Quando te assola o sofrimento

Soltas lágrima, pela calada

 

És mulher, és invencível

Lutas pelo que te pertence

Não há batalha impossível

Só a morte te vence

(Manuela Resendes)

composing-2391033_960_720.jpg

Carnaval

mask-1161392_1280

Fui ver o mar bailar

mostrou-se indiferente

como sempre imponente

sem se deixar perturbar

 

Vi máscaras e fitas coloridas

fingimentos de alegria

numa qualquer fantasia

recordando saudosas partidas

 

Vi danças e batalhas

crianças vestidas de palhaços

disfarçam-se assim cansaços

com promessas de medalhas

 

Para o baile vão janotas

é tempo de divertir

de dançar e de rir

e mostrar as fatiotas

 

Ninguém leva a mal

importante é a folia

amanhã é outro dia

mas hoje é Carnaval

(Manuela Resendes)

IMG_20190302_115502.jpg