Saudeacores.com faz 2 anos…

IMG_20180804_164830.jpg

Passaram dois anos! 730 dias! 17 520 horas! 1 051 200 minutos!

Mas quando pensamos o tempo com mais pormenor, tudo parece maior… mas é igual, quer o tempo cronológico quer o tempo de partilha.

A partilha porém vai muito para além do tempo, embora se faça em determinados  dias de uma forma mais plena e noutros de forma mais titubeante.

Assim, e apesar de apenas sabermos que amanhã será sempre o dia seguinte, espero continuar a partilhar neste blogue, conhecimento, experiências e mesmo afetos, na certeza que em cada dia me enriqueço na vossa companhia.

E como hoje é dia de aniversário,  em jeito de balanço fica a minha convicção de que o objetivo se vai cumprindo, na certeza de que este blogue tem ainda um grande potencial de evolução.

Obrigada a todos os que contribuem para o seu sucesso!

IMG_20180804_164802.jpg

Anúncios

Oásis de Paz…

hourglass-620397_960_720.jpg

Estes são dias de férias para muitas pessoas, o que não significa, no entanto, viver de uma forma mais calma, pois o tempo é  ocupado numa azáfama de encontros, festas, viagens em correrias, para ter a sensação de que o tempo foi aproveitado até ao último instante. Continuar a ler

Agosto…

sea-2142840_960_720.jpg

Agosto

Ao som de uma melodia

Tudo é festa e alegria

Dias de tudo querer

Mesmo sem nada fazer

Sonhar ao pôr-do-sol

Horizonte de infinita magia

Guiado por um qualquer farol

Ao paraíso que nos acolhia

Ver o dia amanhecer

Envolto em manto esperança

A natureza sempre a acontecer

Sempre viva, sempre em mudança

O tempo aqui não conta

Oásis de amantes embevecidos

À nossa infância remonta

Doces memórias,  de tempos idos

Momentos que se eternizam

Noite de estrelas a dançar

Na leveza de uma nuvem voar

Para novos destinos alcançar

Onde o importante é Amar!

Manuela R  (6).JPG

Manuela Resendes

 

Instante…

polaroid-2269623_960_720.png

Instante

A vida é um instante

Que num momento se eterniza

É uma correria constante

Para alcançar o que se materializa

É um tudo e nada querer

Uma insatisfação permanente

Na procura de vir a ter

Tudo o que não é urgente

Dos afetos às emoções

Tudo é descartável

E nos nossos corações

Tudo é reciclável

Não sabemos qual a meta

De tão grande maratona

Até que a vida compromete

Olhar o futuro de poltrona

Com o tempo a passar

Depressa somos o que temos

Quando o sonho era voltar

A ter aquilo que um dia fomos

IMG_20180715_175854.jpg

Manuela Resendes