Aniversário sombrio…

Ontem só te dei os Parabéns, mas nāo consegui escrever…

Mais um aniversário sem te ter, sem te ouvir e sem te sentir. Mas carrego esta solidão agora de uma forma apaziguada sentindo-te tantas vezes perto e outras tantas longe, talvez quando alcanças as estrelas que eu não consigo tocar.

Mas o Amor preenche toda essa imensidão, mesmo quando todos os sons são calados, todas as luzes são apagadas, brota do frio o conforto das boas memórias.

Olho as estrelas e vejo os teus olhos luminosos, como campos verdejantes iluminados pelo sol da primavera, com sombras de águas profundas.

Mesmo nos dias em que a escuridão espreitava, o teu olhar não deixava de ser intenso e sedutor, tendo ficado plasmado na minha memória e na minha retina.

Depois de ter feito uma travessia no vazio, encontrei novamente palavras coloridas e leves que são transportadas pelo vento e alcançam o céu.

E quando esta luz nos visita e vemos uma pequena nascente de esperança é a véspera de encontrar a Paz, com a certeza de que vais sempre alumiar os meus caminhos, inspirar os meus sonhos e ser esteio das minhas decisões.

Serás o meu eterno Anjo da Guarda…

(Manuela Resendes)

2 Comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s