O mar que nos separa…

Sempre vivi assim, entre chegadas e partidas com um mar a separar vidas…

Este mar que traz e que se abre à alegria com o seu azul safira, agrega todos os pedaços para que os dias se façam inteiros.

Este mar feito caminho para o futuro é onde se semeiam todas as cores do mundo.

Mas quando se vira do avesso é cinzento de despedida, feito de marés carregadas de silêncio e melancolia.

Agora é a noite que carrega o dia, mas a ausência que habita em mim está aconchegada e já assimilada, até ao dia em que as palavras roubadas ao tempo irão irromper por auroras carregadas de luz.

E vou apagar o fogo que queima o tempo…

(Manuela Resendes)

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s