Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas

Ser português é ter um orgulho envergonhado no nosso país, em que apesar de constantemente dizermos que “Portugal nunca vai chegar a lado nenhum” ficamos com os olhos marejados quando ouvimos o hino nacional.

Ser português é não ser organizado, mas sermos os melhores a improvisar, a inventar e desenrascar caminhos alternativos e improváveis.

Ser português é emigrar por necessidade, mas levar com orgulho aos quatro cantos do mundo as nossas tradições, gastronomia e cultura.

Ser português é ter inveja do sucesso alheio, proporcional à sua proximidade, corroborando o ditado de que “santos de casa não fazem milagres”.

Ser português é ser grande e pequeno, o melhor e o pior, numa bipolaridade que nos é tão característica.

Ser português é ser dos europeus mais pobres, mas dos mais solidários.

Ser português é viver num país de grandes desigualdades, mas em que o parecer vale mais do que ser e as dificuldades são disfarçadas pelas aparências.

Ser português é não ser pontual, nem cumprir prazos, porque somos sempre os mais atarefados apesar de sermos dos menos produtivos.

Ser português é ter o melhor do mundo do futebol que nos apaixona, e mesmo assim só gostamos dele a espaços, mas se um estrangeiro o critica não toleramos e logo nos unimos em sua defesa.

Ser português é ser nostálgico, saber o que significa a palavra saudade e ter alma de poeta.

Ser português é ser do mundo, sempre sonhando com Portugal!

(Manuela Resendes)

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s