E chegou 2023…

Despertei com o sol a entrar pela janela, com uma luz clara que acendeu a chama da esperança.

Acabaram as festas e a obrigatoriedade de uma alegria ( mesmo que plástica), de efusivas comemorações e fogos de artifício.

Hoje nada começa, apenas continua a fluir, mas a passagem que para muitos é de inebriamento e “gritos de alegria”, para mim é mais de reflexão sobre onde estou e para onde quero ir.

Defino alguns objetivos que pretendo cumprir, analiso onde poderia ter feito melhor e dou espaço para que a vida me surpreenda, com a sua essência de incerteza envolta em mistério.

Mas o ano que passou não fica lá atrás, temos o mesmo céu e o mesmo chão, as mesmas pessoas e os mesmos problemas, podendo apenas mudar o nosso olhar sobre as questões com que nos deparamos. Porque a vida é um ciclo contínuo e ininterrupto e o “milagre” da mudança não se faz apenas de promessas ou desejos, ou na conjuntura dos astros à meia noite do dia 31 de dezembro.

A mudança faz-se se conseguirmos ancorar o nosso mundo na esperança, luta e capacidade de sonhar.

Que assim seja em 2023!

(Manuela Resendes)

1 Comment

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s