Poesia no regresso…

grass-3765172_960_720.jpg

Depois de uma ausência relativamente prolongada,  regresso com um poema, pois considero que é a forma mais “doce”de nos expressarmos.

Escolhas!

Tudo na natureza parece morno

A passagem de uma brisa suave

O voo rasante de uma ave

E até as cores do Outono

 

O sol aparece envergonhado

E cedo se vai embora

Ainda assim se comemora

Noites de céu estrelado

 

Os dias lembram despedidas

As folhas caem secas no chão

Movidas numa qualquer direção

Tristes, como são as partidas

 

Gosto das sementes germinadas

Do cheiro a terra molhada

De ser novamente transportada

Para o reduto das coisas inacabadas

 

Não sinto por isso solidão

Tudo é para ser bem vivido

Sentir um encanto escondido

Mesmo quando não é verão

 

É tempo de recolhimento

É tempo de reflexão

Sentir o mundo na mão

Saborear cada momento

Manuela Resendes

road-220058_960_720.jpg

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s