Silêncio…

coffee-1276778_960_720

Cada vez passamos menos tempo em silêncio, atordoados com as solicitações do quotidiano e com a velocidade vertiginosa dos acontecimentos, que nos levam a adiar o momento de paragem, para um tempo que raramente chega a acontecer…

Resistimos ao barulho do silêncio… ao confronto com a nossa própria existência… com o nosso lado sombra… com a nudez do nosso avesso. Temos medo de cair no vazio, na vacuidade dos nossos dias, na solidão.

Mas é deste processo de visita ao nosso interior que nos descobrimos, que percebemos o nosso dom, a nossa “riqueza”, e podemos experimentar a alegria e a eloquência da vida. E isto apesar de todas as contradições e imperfeições da vida, apenas deixando o coração falar sem utilizar uma única palavra.

A paragem é  o momento de nos reabilitarmos das nossas vulnerabilidades, de ganharmos vitalidade para novos desafios, de buscar  inspiração em outras vidas, dando assim mais sentido à  maior das  dádivas… A VIDA.

Manuela Resendes

hands-1838658_960_720

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s