Desprendimento…

gull-1090835_960_720.jpg

Quero viver em liberdade

Sem cronómetro, nem amarras

Soltar-me de todas as garras

Sentir o mundo de verdade

 

Sonhar, embalada pelo mar

Na praia poder dançar

Trilhos feitos ao luar

E sem pressa poder amar

 

Tecer na alma a poesia

Os canteiros fazer florir

Olhar a natureza a emergir

Perfumar a brisa de maresia

 

O jantar é à luz da vela

Ouvindo a melodia do vento

Sentindo o tempo lento

Chuva a bater na janela

 

Não sei se é um sonho

Se um futuro risonho!

(Manuela Resendes)

horse-430441_960_720.jpg

 

 

1 Comment

  1. Manuela, li em ti Poesia. És Poeta pois sabes compreender a verdadeira Poesia que acarinha todas as coisas, toda a paixão e fantasia, até uma gota de água e um espinho, as cruzes e a Cruz. És Poeta pois sabes tanger tua Lira, não crer na mentira, sorrir à amargura e sofrer a turba impura que campeia por entre nós e nos seduz…
    PARABÉNS POETA (Natália Correia, tua conterrânea, dizia que alguém que escreve Poesia de qualidade, mesmo sendo mulher deve ser chamada de Poeta e não Poetisa)

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s