Imprevisibilidades

A ideia de que temos tudo controlado, a falsa sensação de segurança que os bens materiais e as apólices de seguro nos dão, fazem-nos por vezes pensar que estamos a salvo das tempestades.

Mas a vida vai-nos mostrando que nada é totalmente linear, existindo inúmeros labirintos e curvas não assinaladas, recheando a nossa existência de incerteza.

Não existem fórmulas certas, cálculos matemáticos, nem cartilha, que nos indique qual o melhor caminho.

Traçamos o nosso plano, mas temos de aprender a resiliência, por forma a fazer dos tropeções uma alavanca para os recomeços.

Nāo podemos ficar presos ao passado, correndo o risco de que o futuro nos escape do nosso horizonte, hipotecando os sonhos de dias ainda em construção.

Temos que acreditar nas nossas verdades, mesmo que inventadas, na cumplicidade e conexão das almas, que nos robustecem emocionalmente e alumiam os nossos dias escuros.

A vida não se constrói com nível e fio de prumo; não podemos esperar pelo tempo ideal para realizar, pelo longínquo, é preciso ser permeável ao novo, à surpresa, e aceitar o risco, mesmo que isso por vezes faça doer a alma.

Vivo grandes alegrias e tristezas absolutas com a mesma intensidade, com as mesmas lágrimas, e sempre com uma dose inesgotável de esperança que me permite tocar o infinito!

(Manuela Resendes)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s