Um sopro de vento…

Olho o céu e fascina-me o movimento das nuvens que seguem apressadas, atravessando, indiferentes aos problemas do mundo, a luz discreta das tardes de outono.

As folhas dançam de forma elegante e harmoniosa, com coreografias feitas no ar ou no chão, num movimento interminável.

O sopro de vento vai descendo montanhas e, atravessando vales, abre brechas em algumas barreiras onde ficaram presos um punhado de sonhos, ampliando assim o meu espanto.

E porque a arte de iluminar a vida em situações de maior opacidade nos permite enxergar o futuro com tons mais coloridos, vamos retirar os automatismos do nosso quotidiano para que possamos ser todos os dias viajantes desta aventura que é a vida.

Vamos seguir como o vento, leves, livres e felizes!!!

(Manuela Resendes)

2 Comments

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s